Ir direto para menu de acessibilidade.
Hospital de Clínicas Gaspar Vianna
Página inicial > Biopsicossocial
Início do conteúdo da página

Biopsicossocial

Publicado: Quinta, 10 de Dezembro de 2015, 16h09 | Última atualização em Quinta, 10 de Dezembro de 2015, 16h09 | Acessos: 2525

O Serviço Biopsicossocial (SBPS) da FHCGV tem a Missão de assegurar ações que sejam efetivadas com qualidade, capazes de produzir respostas significativas às demandas do ser humano em suas diferentes dimensões: física, emocional, social e cultural. Tem como Visão à otimização, expansão e integralização das ações biopsicossociais da instituição, tornando-se referência para as organizações hospitalares no Estado do Pará. Apresenta em sua estrutura funcional os profissionais: Assistente Social, Auxiliar de Reabilitação, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Pedagogo, Psicólogo, Técnico em Ed. Física, Terapeuta Ocupacional, com chefia ligada a Gerencia Assistencial.

Psicologia

O psicólogo realiza atendimento em grupo e individual, orienta familiares e também exerce a função de técnico de referência, coordenando assembleia de pacientes, assim como atividades terapêuticas de lazer e culturais. Para isso, utiliza recursos audiovisuais, vivências, técnicas de dinâmica de grupo, tentando estabelecer com o usuário uma relação de confiança e segurança, objetivando a socialização, conscientização sobre a patologia e necessidade de tratamento e consequente melhoria da qualidade de vida.

Psicologia na Clínica Médica

Equipe de Psicólogos

Serviço Social

O Assistente Social realiza avaliação sócio-econômica dos usuários para fins de benefícios e outros; promove e executa projetos integrados com instituições e interessados na ação preventiva e educativa da saúde; discute as questões sociais constitutivas para subsidiar a formulação do diagnóstico e tratamento; atua na intermediação entre a equipe de saúde, usuário e sua família; esclarece o usuário quanto aos direitos sociais, mobilizando-os para seus direitos de cidadania; coordena grupos terapêuticos etc.

Serviço Social na Hemodiálise

Serviço Social no Ambulatório

Fisioterapia

Evita complicações provocadas pelo período de hospitalização como: escaras, diminuição da força muscular, redução da amplitude articular, diminuição de volumes e capacidades pulmonares, pneumoniais, nosocomiais, atelectasias; atua conjuntamente com a equipe multidisciplinar, objetivando a cura completa ou recuperação dos pacientes; realiza técnicas específicas de fisioterapia, entre elas: cinesioterapia, massoterapia (massagens), crioterapia (gelo), eletroterapia, termoterapia; visando à reabilitação física geral do paciente.

Fisioterapia na UTI Neonatal

Fisioterapia na Clínica Médica

Terapia Ocupacional

O Terapeuta Ocupacional facilita a auto-estima, auto-imagem, a criatividade e a expressão das potencialidades das pessoas atendidas, estimulando também o caráter práxico e lúdico, de forma a visualizar uma pessoa em constante desenvolvimento e transformação. Os trabalhos são realizados através de atendimento grupal e individual.
Educação Física
A Educação Física objetiva, através de atividades de esporte e lazer (jogos, ginástica, atividades rítmicas/expressivas) e conscientização corporal, resgatar o gosto pelo jogar e brincar, aliviar a ansiedade e a agressividade, facilita as relações sociais, dosar o esforço do corpo desequilibrado do usuário de acordo com suas possibilidades, permitindo a readaptação das competências motoras que ficaram comprometidas durante o sofrimento psíquico. Também são desenvolvidas atividades de relaxamento muscular e mental que permitem experiências autoperceptivas, massagens, toques etc. Auxiliar de reabilitação Garante o auxílio às atividades desenvolvidas pelos técnicos do serviço Biopsicossocial que vissem à promoção, proteção, prevenção e reabilitação da saúde dos usuários atendidos pela instituição e que se encontram de acordo com as diretrizes do setor no seu aspecto administrativo e assistencial.

Educação Física no SIB

Nutri Ação

Fonoaudiologia

A Fonoaudiologia em UTI NEO atualiza e promove conhecimentos teórico-práticos aos participantes na área de fonoaudiologia neonatal, de acordo com os princípios da Iniciativa Hospital Amigo da Criança e Atenção Humanizada ao RN Baixo Peso (Método Mãe -Canguru). Discutir e informar os participantes quanto às várias possibilidades de atuação fonoaudiológica no hospital, incluindo UTI Neonatal, cuidados intermediários, alojamento conjunto, Banco de Leite Humano e ambulatórios de seguimento.

Fim do conteúdo da página