Ir direto para menu de acessibilidade.
Hospital de Clínicas Gaspar Vianna
Página inicial > Notícias > Pediatria do Hospital de Clínicas preparada para festejar a Páscoa
Início do conteúdo da página

Pediatria do Hospital de Clínicas preparada para festejar a Páscoa

Publicado: Segunda, 10 de Abril de 2017, 17h47 | Acessos: 69

As crianças da Clínica Pediátrica da Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna (FHCGV) vão viver momentos de alegria nesta terça-feira (11/04) na Clínica Pediátrica, participando da celebração da Páscoa, juntamente com seus familiares. Serão distribuídos brindes e feitas várias brincadeiras.

 

O evento, realizado em conjunto com as equipes UTI Neonatal e UTI Pediátrica, terá início às 9h com uma abertura solene, seguida de brincadeiras. Os brindes que serão distribuídos foram confeccionados com a ajuda das próprias crianças e das mães. O ovo da Páscoa, um dos símbolos da data, não vai faltar, mesmo com a restrição dos pequenos ao chocolate. “Teremos distribuição de pequenos ovos porque as crianças não podem ingerir muito chocolate por causa da gordura, já que estão aguardando cirurgias cardíacas”, explica a psicóloga Tatiana Montalvão, que trabalha na Pediatria.

Ainda segundo a psicóloga, mesmo com a festividade, a alimentação da garotada será regrada. “Haverá um pequeno lanche, de acordo com os serviços de nutrição e dietética, claro que com uma cara mais alegre e mais festiva. O bolo deles será especial. Nada de muita fritura e gordura”, explica.

Os pais que estiverem aguardando visita também serão convidados vão participar da da celebração. Também devem comparecer os avós dos bebês da UTI Neonatal, já que é o dia de visita específica deles. “É muito importante a participação dos familiares nesse momento tão bonito, solene, delicado até, que emociona. Não podemos deixar de fazer as festividades do calendário escolar para as nossas crianças”, comenta Tatiana Montalvão.

Contando com o ambiente todo decorado, o sentimento de renovação e esperança em relação aos pequeninos é umas das tônicas da celebração. “A Páscoa é ressurreição, renovação. A gente espera que com a criança em tratamento e, principalmente, em cirurgia, ela venha renovar essa vidinha tão fragilizada, tão necessitada de cuidados, e os pais possam levá-la curada, mais saudável e retomar a vida de estudo, de crescimento e desenvolvimento infantil, como a gente espera”, finaliza a psicóloga da instituição. 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página