Endereço:

Trav. Alferes Costa nº2000 - Bairro: Pedreira / Belém - Pará

HC RECEBE CERTIFICAÇÃO OURO EM ATENDIMENTO A PACIENTES COM ATAQUE CARDÍACO

A Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna (FHCGV) alcançou a certificação máxima no Programa Boas Práticas Clínicas, projeto que é coordenado nacionalmente por uma parceria do Ministério da Saúde (PROADI SUS), Sociedade Brasileira de Cardiologia e Hospital do Coração de São Paulo.
O hospital foi certificado com o selo ouro na categoria “Síndrome Coronariana Aguda” pelas melhores práticas nacionais no atendimento a pacientes com infarto agudo do miocárdio, comumente chamado de ataque cardíaco. A instituição também recebeu o selo Prata pelo bom padrão de atendimento prestado aos pacientes com insuficiência cardíaca.

Para receber a certificação, a FHCGV teve seus atendimentos auditados e monitorados para se adequar e atender às diretrizes e métodos internacionais da American Heart Association, uma organização sem fins lucrativos, sediada nos Estados Unidos, que providencia cuidados cardíacos no sentido de reduzir lesões e mortes causadas por doenças cardiovasculares e AVC. “Esses tempos são auditados por nós mesmos e pela coordenação nacional que nos passa um feedback, de tal maneira que se algum tempo desse aumenta a gente tenta reduzir o tempo desse atendimento” explica o Dr. Kleber Ponzi, coordenador da Emergência Cardiológica e do setor de Cardiologia Clínica do hospital. Ainda segundo ele, “um dos pilares do atendimento do infarto é o atendimento rápido, então, em até uma hora e meia um paciente que chegou com infarto, desse tipo deve já ter aberto a sua artéria, já deve ter feito o procedimento de cateterismo cardíaco e angioplastia coronariana e esse foi um dos pilares que a gente conseguiu manter em pelo menos 85% dos casos essa meta atingida”, comemora.
Os centros estão aptos a receber a certificação somente após conseguirem manter o padrão de atendimento dos pacientes durante um ano, seguindo o recomendado pelas diretrizes nacionais e internacionais de cardiologia.

Leave a Comment

(0 Comments)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *