Endereço:

Trav. Alferes Costa nº2000 - Bairro: Pedreira / Belém - Pará

Hospital de Clínicas intensifica ações de orientação sobre aleitamento materno

A Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna dedicou o mês de agosto a intensificação das ações de orientação sobre a importância do aleitamento materno. Referência estadual em cardiologia, nefrologia e psiquiatria, o hospital atende gestantes e crianças com diferentes patologias e, neste mês, aderiu ao “Agosto Dourado”, iniciativa mundial que busca promover, proteger e apoiar o aleitamento.

Para ampliar a campanha, profissionais de diferentes especialidades que atuam do Hospital de Clínicas vêm orientando as mães de crianças internadas na instituição sobre os benefícios da amamentação para a saúde do bebê e da mulher, e também sobre a importância da doação do leite.

“Em relação à qualidade e quantidade de nutrientes para o bebê, nada substitui o leite materno. Além disso, é nesse momento que se constrói uma relação de carinho e afeto entre a mãe e bebê que, ao amamentar, experimenta a troca de olhares, a escuta da voz e dos batimentos cardíacos”, explica Tatiana Montalvão, psicóloga do Hospital de Clínicas.

Regina Souza é mãe do pequeno Everson Xavier e, desde os primeiros dias de vida do filho, entende a importância da amamentação e da doação de leite. Natural de Breves, na Ilha do Marajó, ela lembra que nem sempre o filho conseguia amamentar direto no seio.

“Quando ele nasceu, logo viemos para cá. Por causa das cirurgias e do período de adaptação, demorou um pouco até ele mamar direto do seio. Mas sempre tem alguém do hospital falando sobre como o leite vai ajudar na recuperação do meu filho e também como eu posso ajudar outras crianças doando o leite”, conta Regina.

Importância – Desde 1990, a Organização Mundial da Saúde orienta o leite materno como único alimento recomendado para bebês até os seis meses de idade. Depois disso, com a inserção de outros alimentos, a amamentação deve ser mantida até a criança completar dois anos.

No entanto, para crianças como Everson e outras atendidas na instituição, nem sempre é possível garantir a exclusividade do leite materno diretamente do seio da mãe. Por isso, a unidade hospitalar adota medidas alternativas para que esse leite possa chegar à criança de alguma forma.

“Mesmo com todas as dificuldades que as crianças possam apresentar em função de suas comorbidades, incentivamos o consumo e a doação desse leite. Tratamos isso como prioridade, mas respeitamos as condições clínicas e, principalmente, o tempo da mãe e do bebê, garantindo que esse processo seja seguro e prazeroso para os dois”, explica Lilian Reça, chefe de enfermagem na UTI Neonatal do Hospital de Clínicas.

A profissional ressalta que as ações de orientação sobre o aleitamento materno são realizadas durante todo o Hospital de Clínicas. “Esse é um compromisso que nós temos enquanto instituição certificada com o selo Amigo da Criança. Por isso, as ações são constantes, assim como a capacitação da equipe”, complementou Tatiana.

Guia Prático de Amamentação

Ainda no mês de agosto, o Hospital de Clínicas lançou um “Guia Prático de Amamentação” com orientações para as famílias com crianças nesta fase. O Guia traz informações sobre cuidados fundamentais e dicas para minimizar os riscos e entregue para todas as pacientes da clínica obstétrica.

Leave a Comment

(0 Comments)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *