Endereço:

Trav. Alferes Costa nº2000 - Bairro: Pedreira / Belém - Pará

Hospital de Clínicas faz alerta cuidados com a alimentação e qualidade de vida

Marcado como mês de estímulo ao aleitamento materno como forma de proteger crianças, Agosto também foi dedicado à orientações sobre os benefícios da alimentação saudável para a prevenção de doenças

A má alimentação é entre os principais fator de risco para o surgimento de diferentes doenças no organismo, entre elas as patologias cardiovasculares, que segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) estão entre as principais causas de morte na população brasileira. Os efeitos negativos desse hábitos alimentares podem se manifestar nas pessoas diversas formas, mas principalmente na alteração das taxas de pressão arterial, glicemia elevada, colesterol e obesidade.

Referência estadual com atendimento especializado em Psiquiatria, Nefrologia e Cardiologia, a Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna (FHCGV) faz um alerta para a possibilidade de minimizar efeitos desse desequilíbrio alimentar de forma segura e saudável, a partir do acompanhamento do paciente por um nutricionista.

“Estabelecer uma dieta alimentar saudável beneficiar significativamente as pessoas com doenças cardiovasculares. Isso porque uma alimentação saudável possibilita uma melhora no quadro geral do paciente cardiopata e contribui para na sua qualidade de vida ao longo do seu tratamento, principalmente dos pacientes crônicos” explica Lorena Cunha, chefe do Serviço de Nutrição e Dietética no Hospital de Clínicas.  

O alerta para os cuidados com a alimentação vem no mesmo dia em que a Associação Brasileira de Nutricionistas completa 71 anos. Criada para melhorar e desenvolver estudos sobre a qualidade da alimentação e de todo o campo de atuação do profissional de nutrição, o aniversário da criação da Associação foi estabelecido como Dia do Nutricionista. 

Atuação 

No Hospital de Clínicas, a orientação nutricional com os pacientes hospitalizados é baseada  em cuidados específicos de acordo com a patologia, buscando sempre uma boa resposta de adesão ao tratamento e auxiliar o paciente a estabelecer uma alimentação saudável no consumo de alimentos que protegem o organismo, como as fibras, vitaminas e minerais antioxidantes.

Lorena Cunha ressalta ainda que o incentivo à adoção de bons hábitos alimentares é fundamental para a melhora da qualidade de vida dos pacientes após a alta hospitalar.  “Durante a internação, desenvolvemos o cardápio específico para cada paciente com uma refeição de qualidade necessária na hospitalização, respeitando sempre que possível a preferência desse paciente. É um processo de educação nutricional que vai influenciar na alta hospitalar,” complementa a profissional. 

Atualmente, o Hospital de Clínicas conta com 18 nutricionistas, com atuação em diferentes  áreas do hospital, além de uma equipe de cozinheiros e uma copa para a produção própria de alimentos de forma adequada e segura para os pacientes.

Colaboração: Adria Baião

Leave a Comment

(0 Comments)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *