Endereço:

Trav. Alferes Costa nº2000 - Bairro: Pedreira / Belém - Pará

Campanha mostra necessidade de prevenir lesão por pressão

Terceiro tipo de problema mais frequentemente notificado pelos serviços de saúde do Brasil, a lesão por pressão foi tema de uma campanha de sensibilização nesta quarta-feira (25), promovida pela Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna (FHCGV). A ação, alusiva ao Dia Mundial de Prevenção à Lesão por Pressão – 21 de Novembro, busca reforçar entre profissionais da assistência, pacientes e acompanhantes a necessidade de atenção e cuidados para a prevenção desse tipo de lesão, comum em pacientes internados, acamados e com mobilidade prejudicada.

Neste ano, a Fundação – referência em cardiologia, nefrologia e psiquiatria – estimula a mobilidade como tema central para a campanha. Quando associada à observação diária da pele, principalmente em regiões de proeminências ósseas, como quadril, calcanhares e região dorsal, essa é umas das principais formas de prevenção de lesão por pressão.  

Andrezza Motta, chefe de Enfermagem no Hospital de Clínicas, ressaltou a importância da sensibilização sobre o tema e o alcance aos familiares de pacientes. “A lesão por pressão é um tipo de evento adverso grave, e uma das suas consequências é o aumento no tempo de hospitalização do paciente. Por isso, reforçamos as orientações junto aos nossos profissionais, que serão multiplicadores para pacientes e seus acompanhantes”, explicou a enfermeira.

Ainda sobre os objetivos e resultados da campanha, Andrezza Motta lembrou que a prevenção da lesão por pressão é permanente e deve ser continuada fora do ambiente hospitalar. “Em alguns casos, após a alta clínica, a recuperação do paciente é complementada em casa, onde esse tipo de lesão também pode acontecer. Daí a importância da família ou do cuidador receber a orientação correta dos profissionais que estão em contato direto com o paciente”, complementou a profissional.

Leave a Comment

(0 Comments)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *