Endereço:

Trav. Alferes Costa nº2000 - Bairro: Pedreira / Belém - Pará

A Política Nacional de Humanização (PNH) foi criada em 2003 com o objetivo de inserir os princípios do SUS nas práticas cotidianas dos serviços de saúde, produzindo mudanças nos modos de gerir e cuidar.

A PNH, também conhecida como HumanizaSUS, elegeu um conjunto de dispositivos mediante os quais se faz funcionar, se catalisa ou se potencializa um processo. Um deles é o Grupo de Trabalho de Humanização (GTH). Esse dispositivo é um espaço coletivo organizado, participativo e democrático, que se destina a empreender uma política institucional de resgate dos valores de universalidade, integralidade e aumento da eqüidade na assistência e democratização na gestão, em benefício dos usuários e dos trabalhadores da saúde.

O GTH tem como atribuições:

  • Difundir os princípios norteadores da PNH;

  • Pesquisar e levantar os pontos críticos do funcionamento de cada serviço e sua rede de referência; promover o trabalho em equipes multiprofissionais, estimulando a transversalidade e a grupalidade  , (aumento de comunicação intra e intergrupos)

  • Propor uma agenda de mudanças que possam beneficiar os usuários e os trabalhadores da saúde; incentivar a democratização da gestão dos serviços;

  • Divulgar, fortalecer e articular as iniciativas humanizadoras existentes; estabelecer fluxo de propostas entre os diversos setores das instituições de saúde, a gestão, os usuários e a comunidade; melhorar a comunicação e a integração do equipamento com a comunidade (de usuários) na qual está inserida.

GTH/SUS/FHCGV

Atualmente o Grupo de Trabalho da Humanização da Fundação Hospital de Clínicas “Gaspar Vianna” – GTH/SUS/FHCGV iniciou seus trabalhos no dia 18/03/18, no qual foram indicados os novos integrantes pela Presidência da FHCGV e contemplados na Portaria Nº 034, de 25 de Janeiro de 2018: DOE Nº 32.087 de 30.01.2012.

Depois de oficializado o GTH/SUS/FHCGV aconteceu uma roda de conversa com a participação da Presidente Dra Ana Lydia Cabeça e do Coordenador Estadual de Humanização Guilherme Martins e a Coordenação do GTH/SUS/FHCGV Enedina Campos contando ainda com coordenações do Núcleo de Gestão com Pessoas, do Serviço Biopsicossocial e do Núcleo de Planejamento. O tema em pauta foi a revitalização do GTH em consonância com a PNH.Os principais direcionamentos foram:

  1. Ampliação do GTH viabilizando um Comitê de Humanização de representantes dos diversos setores (ampliar processos coletivos);

  2. Inserção da PNH como tema transversal na Educação Permanente da FHCGV;

  3. Utilização das rodas de conversas/reuniões coletivas como metodologia nos vários setores;

  4. Fazer com que as áreas se impliquem no processo na saúde;

  5. Conduzir o processo, monitorar e avaliar.

  6. Promover a coparticipação do trabalhador na gestão.

  7. Realizar visitas Institucionais e Interinstucionais.

  8. Implantação e Implementação do dispositivo da PNH –Acolhimento.